\imprensa Viva
.

Amigo de infância de Dilma foi denunciado pela segunda vez pela PGR. Fernando Pimentel é acusado de corrupção passiva


O amigo de infância da ex-presidente Dilma Rousseff e governador Fernando Pimentel, (PT-MG) foi denunciado criminalmente pela segunda vez pela Procuradoria Geral da República (PGR) nesta sexta-feira, 11. O atual governador de Minas Gerais é investigado na Operação Acrônimo e foi novamente acusado de ter praticado crimes de corrupção passiva. Na mesma denúncia, o empresário Marcelo Odebrecht também foi acusado de corrupção ativa.

A Operação Acrônimo da Polícia Federak é aquela que investiga um esquema de lavagem de dinheiro em campanhas eleitorais envolvendo gráficas e agências de comunicação. Fernando Pimentel e Marcelo Odebrecht são apontados por desvios no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) entre 2012 e 2014, período em que Pimentel era ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

A Assembleia Legislativa de Minas já analisa a primeira denúncia apresentada pela PGR contra Pimentel na Acrônimo. Esta nova denúncia também será enviada para a AL de Minas, a quem caberá autorizar ou não a abertura de ação penal contra o governador.

Por coincidência, a imprensa divulgou nesta mesma sexta-feira, 11, que a es-presidente foi citada 18 vezes na delação do empreiteiro Marcelo Odebrecht. Segundo o executivo, a própria Dilma tratou pessoalmente com ele sobre propinas milionárias para sua campanha, em troca de financiamentos do BNDES para o Porto Mariel em Cuba.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget