\imprensa Viva
.

A pedido de Sérgio Moro, Banco Central bloqueia mais de R$ 11 milhões de Adriana Ancelmo, a mulher de Sérgio Cabral


Adriana Ancelmo, a mulher do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, teve mais de R$ 11 milhões em suas contas bloqueados pelo Bannco Central (BC). O bloqueio dos valores de Adriana Ancelmo em contas pessoais e da empresa de advocacia Ancelmo Advogados foi solicitado pelo juiz federal Sérgio Moro em ação criminal na qual a mulher do ex-governador é suspeita crime de lavagem de dinheiro.

O juiz Sérgio Moro também pediu que o Banco Central investigasse outras duas contas bancárias de Adriana Ancelmo, mas nem um centavo foi encontrado. Ao todo, foram apreendidos R$ 11.000.094, 67.

Cabral é suspeito de desviar mais de R$ 220 milhões em recursos públicos em obras do governo estadual feitas com recursos federais.

Adriana Alcelmo foi alvo de condução coercitiva no dia 17 de novembro, ou seja, conduzida pela Polícia Federal para depor sobre as investigações que culminaram na prisão do marido pela Operação Lava Jato. Ela é citada nos dois despachos que decretaram a prisão preventiva de Sergio Cabral: um do juiz Sergio Moro, de Curitiba, e outro do juiz Marcelo da Costa Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio.

Segundo a coluna de Lauro Jardim, "Quem investigar com atenção a atuação do fabuloso escritório de Adriana Ancelmo com clientes que tinham precatórios a receber do governo do Rio de Janeiro ficará de cabelo em pé. O MPF já está trabalhando no assunto".
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget