\imprensa Viva
.

13 mil laranjas do Bolsa Família vão ter que explicar doações eleitorais. Governo Temer bloqueou pagamentos e intimou todos


A fatura chegou. Um dos maiores escândalos das últimas eleições municipais foi a descoberta de que milhares de beneficiários do programa Bolsa Família fizeram doações vultuosas para campanhas de candidatos em todo o país. Se pensaram que ia ficar por isso mesmo, estavam enganados.

O governo Temer ordenou o bloqueio do pagamento dos benefícios no mês de outubro e determinou que todos 13 mil "patrocinadores" sejam convocados para atualização no cadastro no programa. Eles foram identificados em um cruzamento de dados feito pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nas informações de cadastro do benefício.

O TSE detectou doações para campanhas eleitorais de quase R$ 16 milhões feita por 16 mil pessoas que recebem o Bolsa Família. O cruzamento levou em conta as informações divulgadas pelos candidatos em suas prestações de contas. 3 mil pessoas já haviam perdido o benefício na primeira rodada do levantamento. Nesta nova etapa, os outros 13 mil "patrocinadores" tiveram o pagamento bloqueado e terão que se explicar.

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget