\imprensa Viva
.

Temer e a forma republicana de obter apoio político: um jantar às claras na presença da imprensa, de aliados e opositores


O presidente Michel Temer inaugura um novo tempo na administração pública ao oferecer um jantar para mais de 300 parlamentares e suas respectivas famílias na noite de domingo, 09, no Palácio da Alvorada, a residência oficial da Presidência da República.


O jantar faz parte de um esforço do governo para obter apoio parlamentar para a aprovação da proposta de emenda constitucional (PEC) que cria um teto para os gastos públicos e impede que os governos usem recursos de forma eleitoreira. A PEC 241, também chamada de PEC do Teto de Gastos, ficou conhecida também com uma medida anti-pedaladas.

O presidente Michel Temer convidou não apenas os parlamentares da base aliada para o jantar na noite deste domingo no Palácio da Alvorada. O convite também foi feito a integrantes da oposição, de modo a ampliar as chaces de aprovação da proposta. Foram convidados 415 parlamentares e Temer e sua esposa, Marcela Temer, receberam pessoalmente os convidados na porta do Palácio da Alvorada. Houve até engarrafamento na entrada. Muitos parlamentares levaram suas esposas e filhos.

Mais cedo, Temer também foi a casa de aliados discutir PEC antes de jantar no Alvorada e se reuniu com  o líder do PSD, Rogério Rosso (DF), para discutir com integrantes da base aliada a Proposta que limita o aumento dos gastos públicos.

Esta é a primeira vez em mais de 14 anos que um presidente da República promove um encontro destas proporções com parlamentares. A prática é comum em outros países democráticos, como os Estados Unidos. Este tipo de evento é considerada a forma mais republicana de se fazer política. Às claras, na presença de aliados e opositores. Bem longe dos gabinetes e dos tradicionais acordos espúrios que marcaram as administrações petistas de Lula e Dilma. Os jantares oferecidos por Dilma no Alvorada eram voltados exclusivamente para os membros da esquerda e aos integrantes de movimentos sociais controlados pelo PT, como o MST, CUT e UNE.

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget