\imprensa Viva
.

Sete oportunistas abandonam a REDE de Marina Silva após fracasso nas eleições municipais



Um grupo de sete integrantes da REDE Sustentabilidade, partido de Marina Silva, divulgou nesta segunda-feira, 03, uma carta aberta informando que estão deixando o partido. A decisão ocorre menos de 24 horas após a confirmação de que o partido criado pela ex-petista não decolou nas eleições municipais e conseguiu eleger apenas cinco prefeitos em meio a mais de cinco mil municípios do país. 

O grupo de queixa pelo fato da REDE ter se estruturado sobre um vazio de posicionamentos político, apesar das promessas de que o partido protagonizaria uma forma de contestação às formas tradicionais de fazer política.

O grupo também se queixou pelo fato de "a REDE ser politicamente dependente de Marina Silva", que imprimiu ao partido um conceito similar ao implantado por Lula no PT, no qual todas as decisões são tomadas de forma unilateral, sem que as bases sejam ouvidas.

De fato, as queixas são pertinentes pelo fato do partido ter sido constituído basicamente por pessoas de formação comunista e influenciadas por conceitos obsoletos da esquerda retrógrada. O problema está no oportunismo do grupo, que resolveu abandonar o partido justamente após a derrota humilhante de Marina e da REDE nas urnas. Há dúvidas se agiriam da mesma forma, caso a situação nestas eleições fosse outra. 

Subscrevem a nota divulgada neste 3 de outubro de 2016:

Luiz Eduardo Soares
Miriam Krenzinger
Marcos Rolim
Liszt Vieira
Tite Borges
Carla Rodrigues Duarte
Sonia Bernardes
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget