\imprensa Viva
.

Senadoreco Renan pede desculpas para presidente do STF e se curva para Ministro da Justiça. O papel do palhaço


Após ofender os magistrados do país e o Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, o Presidente do Senado, o senadoreco Renan Calheiros pediu desculpas para a presidente do Supremo Tribunal Federal, STF e teve que se curvar perante Alexandre de Moraes na presença do presidente Michel Temer e da própria Cármen Lúcia nesta sexta-feira, 28.

Renan foi intimado por Temer para participar de uma reunião no Palácio do Planalto na presença das autoridades que havia ofendido. Ao chegar ao local, o senadoreco entrou por uma entrada lateral, atravessou o salão térreo e foi para uma sala reservada, sem falar com a imprensa. O encontro começou pouco depois das 11h, o horário marcado, e se estendeu com um almoço, ao qual a presidente do STF se recusou em participar.

Constrangido e humilhado, Renan teve que se curvar não apenas para a ministra Cármen Lúcia e para o ministro Alexandre de Moraes, da justiça. Além dos chefes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, foram chamados para a reunião desta sexta o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, os ministros, Raul Jungmann (Defesa), Sérgio Etchegoyen (Segurança Institucional), José Serra (Relações Exteriores), Dyogo de Oliveira (Planejamento), o diretor da Polícia Federal, Leandro Daiello, e o presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cláudio Lamachia. A humilhação imposta por Temer ao senadoreco palhaço foi máxima.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget