\imprensa Viva
.

PT evita falar no assunto, mas sabe que 90% dos políticos devem abandonar o partido após prisão de Lula


Apesar das conversas sobre a eventual prisão do ex-presidente Lula ainda ser debatida nas reuniões PT, o assunto é tratado apenas sob o ponto de vista da defesa no campo jurídico e político do petista. No entanto, todos evitam falar sobre as consequências da prisão do líder máximo do partido.

As conversas giram em torno de cenários periféricos a prisão de Lula. Um grupo de 50 parlamentares já fala em deixar a legenda nos próximos meses, independente da situação do ex-presidente. Outros preferem se manter em silêncio, mas admitem a possível fusão do PT com outra legenda, possivelmente o PTdoB. A possibilidade de mudar o nome do partido ou criar uma nova legenda já foi descartada em virtude da lei eleitoral.

Constrangidos e acuados, os membros do PT estão vivendo um clima de velório antecipado. Lula tenta se impor na liderança do partido e defende a realização de um congresso para apontar os rumos do partido, incluindo a renovação da direção da legenda. Mas mesmo assim, sua iniciativa não tem entusiasmado políticos espalhados pelo país.

Se ainda em liberdade, a figura do ex-presidente já não soma mais nenhuma vantagem política para o partido ou para seus integrantes, que dirá preso, analisa um parlamentar "ainda" filiado ao partido, como fez questão de salientar.

O prognóstico para a legenda após a prisão de Lula, e nisso todos concordam, não é nada animador. A tendência é que o PT se desfragmente aos poucos, na medida em que Lula for incriminado e sentenciado nos inquéritos que pesam contra ele.

"Por mais que alguns militantes enalteçam a figura de José Dirceu ou João Vaccari, isto acontece apenas na intimidade das reuniões. É coisa de militante, diz um membro do PT. É coisa de claque. Assim como nenhum político quer ver sua imagem associada aos dois presos na Lava Jato, o mesmo acontecerá com Lula. É ai que o partido começa morrer, pois não exites partido sem políticos e os políticos não vão querer se associar a um líder preso. Pelo menos publicamente", diz um deputado federal disposto a se desligar do PT antes mesmo da prisão de Lula.

Segundo o parlamentar, "Lula e Rui Falcão já sabem disso. Já sabem que o PT vai morrer. Sabem que não adianta colocar o Haddad na presidência do partido. Nem ele quer mais isso. Também está bastante inclinado a deixar o PT". 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget