\imprensa Viva
.

PT em pânico. Prisão de Eduardo Cunha pode levar a prisão de Lula. Veja a conexão entre Cunha, Lula, Cerveró e André Esteves



O ex-presidente Lula nunca atacou o ex-deputado Eduardo Cunha. Este é um dos fatos que levantam suspeitas sobre as relações entre o petista e o ex-parlamentar preso nesta quarta-feira, 19, por determinação do juiz Sérgio Moo. o próximo alvo seria o ex-presidente Lula?

O raciocínio faz sentido, já que Lula é o principal suspeito de comandar a organização criminosa na Petrobras, é réu em três inquéritos, foi denunciado outras três vezes e tem uma fila de novas denúncias para serem apresentadas nos próximos dias.

Por outro lado, Cunha foi preso justamente por envolvimento em desvios da Petrobras e teria recebido propina relativa a venda de poços da petrolífera na África.

É justamente aqui que a prisão de Cunha começa a apertar o calo do PT e do ex-presidente Lula. O petista é acusado de tentativa de obstrução de justiça em um inquérito em que se tornou réu no último dia 1º, relativo a manobra para comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras, Néstor Cerveró.

Segundo as investigações sobre o caso, o responsável pelo pagamento dos valores relativos a compra do silêncio de Cerveró seria o banqueiro André Esteves, que chegou a ser preso durante as investigações.


E qual seria a relação entre Lula, André Esteves e Eduardo Cunha?


Momento em que Cunha é conduzido ao
avião da PF que o levou para Curitiba
O ex-presidente é apontado como o chefe da organização criminosa que vitimou a Petrobras. Lula também é apontado como o comandante das operações da estatal na África. Nestór Cerveró era o ex-diretor da área Internacional da Petrobras. André Esteves também tinha envolvimento com negócios relativos a petróleo. “Ele tinha preocupação com a compra suspeita de 50% dos campos de petróleo da Petroafrica, principalmente na Nigéria, cujo valor, US$1,5 bilhões, foi muito aquém do que a própria Petrobrás já tinha investido e o potencial dos poços”.

A propina recebida por Eduardo Cunha é proveniente justamente desta operação, intermediada por Lula e Netsór Cerveró para beneficiar o banqueiro André Esteves.

Neste caso, Lula teria tentado comprar o silêncio de Netsór Cerveró não para poupar seu amigo, José Carlos Bumlai, conforme consta na denúncia contra o ex-presidente, mas sim para salvar a própria pele.

Vale lembrar que o ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a inclusão de informações sobre o banqueiro André Esteves -- passadas pelo ex-senador Delcídio do Amaral --, na denúncia em que o ex-presidente Lula se tornou réu por tentar comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró.

Cunha é muito apegado ao convívio familiar e já há sinais de que o ex-deputado fará sim uma proposta de acordo de delação premiada já nos próximos dias, a exemplo do que fez o ex-senador Delcídio do Amaral logo que foi preso por seu envolvimento justamente por sua participação na tentativa de compra do silêncio de Netsór Cerveró.

A Justiça Federal marcou para fevereiro do ano que vem o interrogatório do ex-presidente Lula , do ex-senador Delcídio do Amaral e de mais cinco acusados pelo crime de obstrução das investigações da Operação Lava-Jato.

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget