\imprensa Viva
.

PF tem provas do envolvimento de Lula em propina de R$ 20 milhões da Odebrecht


O ex-presidente Lula foi indiciado pela Polícia Federal, em mais um inquérito por envolvimento em esquemas de corrupção. Desta vez, o crime se deu através de triangulação de dinheiro do BNDES, a empreiteira Odebrecht e uma empresa de um sobrinho Taiguara Rodrigues dos Santos, já investigado por suspeitas de operações criminosas com o banco público.

Para a Polícia Federal, Lula atuou exercendo tráfico de influência para favorecer a empreiteira Odebrecht em negócios em Angola, numa manobra que teve como contrapartida a contratação, pela empreiteira, de uma empresa vinculada ao sobrinho do ex-presidente

O indiciamento do petista teve como base uma investigação que conta com documentos que mencionam diretamente o nome de Lula. Na condição de presidente da República, Lula não teria como deixar de influenciar na decisão do BNDES de conceder financiamentos em condição favorável para a Odebrecht em Angola. A informação é de uma pessoa que teve acesso a investigação.

Inequivocamente, o ex-presidente acabou indiciado por corrupção passiva, tendo em vista que a PF concluiu que os contratos entre a empresa de seu sobrinho e a Odebrecht só aconteceram em razão do parentesco e das relações da empreiteira com Lula

Além de Lula e de seu sobrinho, sete outros  executivos da empreiteira, incluindo Marcelo Odebrecht, também foram indiciados por corrupção e lavagem.

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget