\imprensa Viva
.

Pai de aluno é impedido de registrar homenagem ao comunismo no Colégio Pedro II, dominado por esquerdistas, gays e feminazis


O pai de um aluno foi impedido de registrar um evento em homenagem aos 50 anos da Revolução Comunista Chinesa no Colégio Pedro II, uma tradicional instituição de ensino público federal, localizada no estado do Rio de Janeiro. O homem se queixou do da falta de liberdade de registrar a homenagem realizada pela direção da escola nesta sexta-feira, 14.

Clique na imagem para ampliá-la
A instituição, dominada por comunistas, realizou uma exposição homenageando um dos períodos mais sangrentos do século XX. Inconformado com a cena, o pai de um aluno sacou o celular para registrar um vídeo e documentar o absurdo proposto pela diretoria da escola, que tem adotado uma postura considerada inadequada por uma série de pedagogos.

Clique na imagem para ampliá-la
Há poucos dias, Colégio Pedro II virou manchete por causa da decisão da diretoria de acabar com a distinção entre uniforme masculino e feminino. A partir da decisão, alguns 'meninos' passaram a frequentar a escola usando saias e meninas usando uniformes masculinos. A escola está submetida à uma espécie de ditadura das patrulhas dos grupos identificados como gayzistas e feminazis.

Segundo relatos de alunos, a instituição tem sido dominada por comunistas, petistas e pela ideologia de gênero, o que pode ser considerado por muitos pais um estímulo inadequado para as crianças.

Acompanhe o vídeo abaixo.



_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget