\imprensa Viva
.

João Doria detona jornalista petista e confirma que vai levar chocolate para Lula na prisão


O prefeito eleito de São Paulo, João Doria Jr., concedeu uma entrevista para a jornalista petista Mônica Bergamo nesta manhã de terça-feira, 04, para uma entrevista exclusiva em seu escritório, no Jardim Paulistano.

Durante a entrevista, Dória confirmou que pretende visitar o ex-presidente Lula quando ele for preso na Lava Jato e prometeu inclusive levar chocolates para o petista na presídio.

A jornalista, petista de carteirinha, já começou provocando:

Mônica Bergamo - Como o senhor está se sentindo hoje como político?

João Doria - Eu não sou político. Eu sou prefeito eleito da cidade de São Paulo.

Mônica Bergamo - Mas uma pessoa que se filia num partido, disputa uma eleição, é eleito, é político. Por que essa insistência em negar os fatos?

João Doria - Porque eu não sou. Eu sou um gestor, um administrador, e continuarei a sê-lo na política.
Eu não nego a política nem os políticos. Eu sou filho de um [político]. Eu tenho o maior respeito pela classe política, como tinha um enorme respeito pelo meu pai, como todos sabem. Mas eu sou um gestor, um administrador.

O Michael Bloomberg (2002-2013) foi prefeito de Nova York. Aliás, foi reeleito, e eu não pretendo concorrer à reeleição. Ele sempre foi um administrador. Ele nunca se considerou um político. E foi um bom gestor da cidade de Nova York. Quero seguir na mesma linha. Eu sou um ges-tor [dividindo bem as sílabas].

Mônica Bergamo -  O senhor disse uma frase que repercutiu muito, a de que vai visitar o Lula em Curitiba depois que ele for condenado nas investigações da Operação Lava Jato - desafiou a jornalista

João Doria - E é isso mesmo. Visitarei o ex-presidente Lula em Curitiba. Vou levar chocolates para ele lá. - confirmou Doria, provocando ainda mais ao dizer que levaria chocolates para o petista preso.

Mônica Bergamo -  Mas há também lideranças tucanas citadas na Operação Lava Jato, como por exemplo José Serra e Aécio Neves - provocou a petista

João Doria - Citado é uma coisa, indiciado é outra. Eles não estão indiciados. O presidente Lula está indiciado na Lava Jato. Muitos dos representantes do PT já estão condenados, presos, cumprindo pena. Então e diferente.

Mônica Bergamo - O senhor não acha que corre o risco de visitar também um tucano em Curitiba?

João Doria -  Não. Toda investigação tem que ser concluída. Mas seguramente o presidente Lula será a primeira visita que farei. Levarei chocolates para ele. E um cisne. Um cisnezinho. Ele gosta tanto de cisnes [referindo-se a pedalinhos comprados pela família do ex-presidente e colocados no lago do sítio em Atibaia, frequentado por ele]. Levarei um pequeno cisne - devolveu Doria, provocando ainda mais a jornalista

Leia a entrevista completa AQUI
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget