\imprensa Viva
.

Irmã de Chico Buarque afirma na CPI da Lei Rouanet que os incentivos são para ajudar o povo e não o artista


A irmã do compositor Chico Buarque, Ana Buarque de Hollanda e ex-ministra do Ministério da Cultura do governo Dilma depôs nesta terça-feira, 18, na CPI da Lei Rouanet e defendeu seu irmão, negando que ele tenha sido beneficiado pela lei de incentivos fiscais. A desculpa da irmã de Chico foi a de que ele não foi o proponente do pedido de benefícios, mas sim seu empresário.

Praticamente todos os membros da família Buarque de Holanda está ligada a escândalos envolvendo a concessão de benefícios através de Lei Rouanet.

Ana Buarque de Hollanda também falou que o principal beneficiário dos bilhões gastos com a lei para financiar artistas famosos foi o povo, que teve a oportunidade de ver seus ídolos como Claudia Leite nos espetáculos.

A irmã de Chico falou que muitos artistas que ela conhece, que aparecem glamorosos nas capas de revistas ou nos programas de TV vivem uma realidade bem diferente e alguns até passam por dificuldades.

Os cantores e compositores Chico Buarque e Claudia Leitte serão alvo de investigação da  CPI da Lei Rouanet. O deputado Alberto Fraga (DEM-DF), prometeu investigar a dupla, além de outros artistas que captaram recursos através da lei de incentivos. Fraga é o presidente da CPI e já fala em prorrogar o prazo de existência da comissão. Instalada em setembro, ela teria 120 dias e terminaria em meados de janeiro, mas acabou prejudicada pelo "recesso branco" por causa das eleições municipais, que diminuiu o ritmo dos trabalhos. Fraga estuda propor que a CPI se estenda por mais 60 dias.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget