\imprensa Viva
.

Ex-secretária de Lula terá que depor sobre esquema de corrupção do petista com o BNDES em Angola


Ex-secretária do ex-presidente Lula, Mônica Zerbinato, foi arrolada como testemunha pelo Ministério Público Federal, MPF, na investigação em que o petista foi denunciado por participar de um esquema criminoso no BNDES para liberar financiamento para Odebrecht tocar obras da construtora em Angola.

Mônica Zerbinato é assessoras antiga de José Dirceu e atuou como secretária de Lula ao longo dos últimos 13 anos e apareceu esta semana em um foto com o marido fazendo compras na Itália exibindo uma Ferrari de último tipo.  Mônica já foi apontada por estar por trás de irregularidades na Infraero, com o intuito de arrecadar dinheiro para o PT e deixou o gabinete do ex-presidente no momento em que se intensificam as investigações na estatal dos aeroportos.

A ex-secretária de confiança do ex-Presidente é esposa de de Osvaldo Bargas, ex-secretário do Ministério do Trabalho, que perdeu o cargo após se envolver em no escândalo na compra de um dossiê contra o PSDB em 2006.

Além de Mônica Zerbinato, o MPF arrolou outras nove testemunhas para serem ouvidas no caso de Angola. Entre os que deverão depor sobre o caso, estão Luciano Coutinho, o ex-segurança de Lula, Valmir Moraes, os ex-executivos da Odebrecht Alexandrino Alencar, Antônio Carlos Daiha e Ernesto Baiardia, a ex-secretária de Taiguara, Flávia Barbosa, o ex-sócio Nivaldo Moreira e a ex-mulher Clarissa Rodrigues, além da diplomata Ana Lucy Cabral Petersen.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget