\imprensa Viva
.

Clima de baixaria e revolta no comitê do PT em São Paulo, com ofensas aos paulistas e palavrões contra jornalistas


O clima de revolta que tomou conta do comitê do PT em São Paulo foi uma pequena amostra de como os membros do partido costumam lidar com a democracia. Assim que a notícia de que o candidato do PSDB, João Doria, venceria a eleição do candidato do partido, Fernando Haddad, já no primeiro turno, os petistas presentes no local se tornaram agressivos.

A jornalista Andreia Sadi foi uma das vítimas da revolta dos petistas, que expulsaram a repórter e o cinegrafista do comitê aos gritos de golpista. Haddad e os membros da cúpula do partido acompanharam o ato de violência contra a equipe da Globo News sem mover uma palha.

No interior do comitê, o clima era de revolta e ouvia-se toda sorte de xingamentos contra os jornalistas, o adversário João Dória e a população de São Paulo, que era definida pelos petistas como um bando de F* da P* ingratos.

Como consequência da intolerância e agressividade com seus profissionais, a GloboNews optou por transmitir ao vivo o pronunciamento do prefeito derrotado. A emissora anunciou que para manter a segurança da equipe optou por se retirar do local e, como consequência não foi possível veicular a manifestação do petista.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget