\imprensa Viva
.

Ciro Gomes, oportunista de plantão, começa a se descartar de Lula


O ex-ministro Ciro Gomes, de olho na disputa presidencial de 2018 pelo PDT, tem revelado sua total falta de escrúpulos em busca de holofotes e de notoriedade. Oportunista, se aliou a Dilma para ganhar visibilidade e depois se descartou da petista após a confirmação do impeachment. Em seguida, se aliou a Lula, que está em evidência por razões óbvias, e chegou a afirma que sequestraria o ex-presidente para livrá-lo da prisão.

Ao se dar conta de que a figura de Lula tira votos, ao constatar a derrota do petista em todo o Brasil, inclusive em sua cidade, Cão Bernardo do Campo, Ciro Gomes começa a mudar seu discurso. Ainda em cima do muro em relação ao PT, afirmou que o partido ainda não está morto.  Com relação ao ex-presidente, Ciro já tem outra opinião e afirmou, em entrevista pública no Festival Piauí GloboNews de Jornalismo, que "quem está em final de ciclo é o Lula". Ciro foi além da crítica e disse que o ex-presidente "brincou de Deus e se queimou".

Além de Lula, Ciro criticou outros eventuais presidenciáveis como o senador Aécio Neves, o governador Geraldo Alckmin, o ministro José Serra e a ex-ministra Marina Silva. Ciro também já chamou Temer de F* da P* e  Fernando Henrique Cardoso de, entre outras qualificações, "um traidor do Brasil". Só ele que presta. Ciro ajudou na campanha de seu irmão, Ivo Gomes, candidato à Prefeitura de Sobral, que trocou votos por dois litros de gasolina.


_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget