linkaki

Sentimento de rejeição ao PT e partidos de esquerda cresce em todo o país na reta final da eleições municipais


Os últimos levantamentos feitos pelos institutos de pesquisa em todo o Brasil apontam para uma queda vertiginosa na intenção de votos de candidatos de esquerda em todo o país nesta reta final das eleições municipais.

Em virtude das datas, as últimas pesquisas não conseguiram registrar a mudança no humor dos eleitores após as últimas notícias sobre o julgamento de Lula. No entanto, a percepção de que houve uma queda significativa nas intenções de votos no PT e nos demais partidos de esquerda pôde ser observada após ataques do petista à Polícia Federal.

O declínio dos candidatos do PT e de outros partidos que se mantiveram fiéis à Lula e Dilma, mesmo após a sequência devastadora de escândalos de corrupção envolvendo os governo petistas, sofrem agora com o aumento da rejeição popular. Em muitos casos, os próprios eleitores estão se dando conta da necessidade de mudança.

Muitos justificam que o PT acabou e não veem razões para votar em um partido cujo líder máximo está prestes a ser preso. - Não é uma atitude que me parece honesta - observa uma feirante da Bahia. Os erros da ex-presidente Dilma na economia também são apontados como motivos de desconfiança na competência dos candidatos do partido.

Outros alegam que não seria positivo para o município eleger um candidato que se opõe aos avanços obtidos pelo governo Temer, devido a dificuldade enfrentada pelo presidente para tirar o pais da crise.

Uma outra desconfiança que tem incomodado muitos eleitores é a de que o PT irá usar a eleição de Lula abrigar militantes demitidos pelo governo Temer em todo o Brasil e repetir o aparelhamento que promoveu no plano nacional ao longo dos últimos treze anos. Pelo visto, os eleitores estão ficando mais atentos nestas eleições que se aproximam.

Editado em 26/12/2012

Informe seu Email para receber notícias :