\imprensa Viva
.

Rosa Weber nega 11 pedidos para suspender direitos políticos de Dilma


A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), seguiu a orientação do Senado (leia AQUI) e manteve a controversa decisão do presidente da Corte, Ricardo Lewandowski e negou nesta sexta-feira (9) seis pedidos que foram apresentados  por partidos e parlamentares para suspender a habilitação da ex-presidente Dilma Rousseff para ocupar cargos públicos.

Rosa Weber rejeitou todos os pedidos de decisão liminar protocoladas pelo PSDB, PMDB, DEM, PPS, Solidariedade, PSL, Rede, pelos senadores José Medeiros (PSD-MT) e Álvaro Dias (PV-PR) e pelo deputado Expedito Netto (PSD-SP).

No total, foram apresentadas 11 ações do STF contestando a habilitação para Dilma voltar a cargos públicos. Na quinta (15), Durante a semana, a ministra já havia rejeitado outros cinco desses pedidos, apresentados por cidadãos e associações, o que perfaz a rejeição de 11 ações  apresentadas no STF que contestavam a decisão de fatiar a votação do último 31 de agosto no Senado, que cassou o mandato da ex-presidente Dilma.

Todos os pedidos protocolados contestavam a decisão do Senado no julgamento do impeachment que permitiu a ela voltar a exercer funções públicas, conforme está previsto na Constituição.

Alguém se lembra de uma gravação entre Lula e Jaques Wagner combinando algo envolvendo a ministra Rosa Weber? Acompanhe a gravação logo abaixo:

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget