\imprensa Viva
.

PT entra na justiça para garantir direito de baderneiros incendiarem São Paulo


O PT decidiu acionar a justiça para garantir que grupos violentos controlados pelo partido tenham assegurado o direito de destruir lojas, pontos de ônibus e vandalizar à vontade durante seus protestos em São Paulo.

Á frente da defesa dos direitos dos vândalos estão os deputados Paulo Pimenta (PT-RS), Wadih Damous (PT-RJ) e Paulo Teixeira (PT-SP) e o senador Humberto Costa (PT-PE), que estão entrando com uma representação no Ministério Público para garantir o direito de manifestação da população; Pimenta adiantou que, além do MPF, estão encaminhando a representação para a Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão.

Desconectados de qualquer sentido de ordem pública, os petistas pedem que o MPF tome providências para que sejam permitidas as manifestações contra o que entendem como um “governo ilegítimo” e que sejam tomadas medidas para coibir qualquer ação de violência do Estado sobre os manifestantes que desejaram extravasar suas mágoas destruindo os bens de terceiros. No documento, os parlamentares advertem que "a proibição de manifestações políticas, bem como a utilização excessiva de violência para coibi-las, é postura própria de regimes autoritários, que não têm legitimidade eleitoral e que dilaceram a soberania popular. A liberdade de expressão é direito fundamental inerente a democracia".

No entender dos membros do PT, Democracia significa vandalizar não apenas os cofres públicos, a Petrobras, mas também o patrimônio público e privado.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget