\imprensa Viva
.

O maior pesadelo do PT está de volta. Justiça de SP e Lava Jato retomam caso de Celso Daniel


A Justiça de São Paulo vai retomar o caso do assassinato do ex-prefeito de Santo André Celso Daniel (PT), catorze anos após o crime. O novo juiz do caso, Wellington Urbano Marinho, tem como base o surgimento de novas revelações obtidas através das investigações da Operação Lava Jato.

O juiz Marinho tem pressa e já marcou para o próximo dia 17 de outubro a primeira audiência de instrução, debate e julgamento do único réu ainda em liberdade, o ex-guarda-costas do prefeito e empresário Sergio Gomes da Silva, vulgo “Sombra”, que está em liberdade e faz tratamento de um câncer.

A decisão do juiz da 1ª Vara de Itapecerica da Serra coincide com a decisão de seu outro colega da 13ª vara da Justiça Federal de Curitiba. Esta semana, o juiz Sergio Moro também pretende ouvir outra pessoa supostamente envolvida no assassinado do prefeito de Santo André.

Moro vai ouvir o ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, na próxima segunda-feira (12) e quer saber se o real destino de um empréstimo de R$ 12 milhões feito ao PT, com intermediação do pecuarista José Carlos Bumlai, foi comprar o silêncio de Ronan Maria Pinto, também preso pela Lava Jato, sobre a morte de Celso Daniel. Pinto, que é dono do Diário do Grande ABC, é investigado por envolvimento no caso. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget