\imprensa Viva
.

Mesmo afastada, Dilma arrancou o couro dos brasileiros e gastou R$ 3,6 milhões em 111 dias

Na foto, Dilma se diverte com seus convidados no cinema do Palácio da Alvorada.

O governo federal concluiu um levantamento dos gastos realizados pela ex-presidente Dilma Rousseff durante os 111 dias em que ficou afastada da Presidência da República. No total, a União desembolsou exatos R$ 3.598.578,92 para bancar as despesas da petista de 12 de maio a 31 de agosto, período em que a petista ficou afastada ocupando o Palácio da Alvorada.

Neste período, Dilma usou e abusou dos recursos do contribuinte e gastou mais de R$ 32 mil por dia, algo que sugere uma forma de vingança, pois já sabia que não retornaria ao governo. Apenas em viagens e diárias de hotéis, Dilma torrou R$ 1.304.816,32 em 27 viagens.

Dilma também gastou mais de R$ 194 mil com comidas e bebidas e não abriu mão de nenhum dos 14 assessores que levou consigo para o Alvorada, ao custo de quase R$ 1.5 milhão para o bolso do contribuinte.

Outro gasto que chama a atenção foi computado nas despesas com a equipe médica mantida à disposição de Dilma. Em apenas 111 dias, a petista torrou R$ 395.582,24 para manter à sua disposição 11 profissionais.

Nos gastos de quase R$ 3.6 milhões de Dilma durante os dias em ficou afastada, não foram incluídas as despesas com os funcionários fixos do Palácio da Alvorada.

Durante este período, Dilma não precisou gastar um único centavo dos R$ 167.666,07  que recebeu nos 111 dias, referente aos salários, encargos patronais, gratificações e eventuais reembolsos.

As informações são do repórter do UOL Luiz Felipe Barbiéri.



_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget