\imprensa Viva
.

Lula espera que Okamotto seja preso em seu lugar pelos 14 contêineres roubados. É outro José Dirceu


A estratégia traçada pelo PT para tentar livrar o ex-presidente Lula da cadeia pelos crimes envolvendo a retirada e armazenamento de 14 contêineres do acervo da Presidência é a mesma adotada durante o mensalão.

Tudo caminha para tentar colocar toda a responsabilidade sobre o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto – que também foi denunciado pela Operação Lava Jato por crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro –, admitiu ter recorrido à generosa empreiteira para que ela pagasse a conta da manutenção do acervo do ex-presidente.

Além da questão sobre como será classificado o roubo dos objetos dos Palácios da Alvorada e do Planalto trazidos por Lula, algo que ainda não foi feito, existem as despesas decorrentes do crime. Nos cálculos feitos pelo Ministério Público Federal, o ex-presidente Lula recebeu ao menos R$ 3,7 milhões a título de propina da OAS.

O transporte e armazenamento de 14 contêineres do acervo da Presidência entram nesta conta. O montante referente a esta empreitada é de de R$ 1,3 milhão, também pagos pela OAS.

Okamotto já concordou em ser o bode expiatório de Lula neste episódio e afirmou que não se arrepende da decisão de pedir ajuda para a empreiteira. “Eu realmente pedi para a OAS, se isso for um crime então você me diga qual é a pena que sou obrigado a cumprir. Eu sempre disse que pedi apoio à OAS”, Admitiu Okamotto. Assim como José Dirceu, demonstra que está disposto a cumprir pena no lugar de Lula
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget