\imprensa Viva
.

Lula e o PT na reta final de seus destinos. Renato Duque promete incriminar ex-presidente


O ex-presidente Lula sabe que está na reta final de várias investigações que tramitam contra ele na Lava Jato e que novas denúncias serão apresentadas em breve pelo Ministério Público Federal.  Entre os novos fatos revelados sobre sua participação central no esquema criminoso que sangrou a Petrobras ao longo dos últimos treze anos, está o  depoimento do ex­-senador Delcídio do Amaral ao Ministério Público Federal.

Delcídio afirmou aos procuradores que o ex-­presidente Lula não apenas sabia de todo o esquema de corrupção na estatal, como também comandou pessoalmente a captação e distribuição de propinas com os diretores de várias áreas da companhia.

As declarações de Delcídio  foram na quinta-­feira (1º) aos procuradores da Operação Lava Jato
em Curitiba, responsáveis pelos inquéritos contra o ex­-presidente ­que estão em fase final de apuração.

Segundo o ex­-senador, atual delator da Lava Jato, Lula considerava que a arrecadação propiciada pelos contratos da Petrobras era estratégica para manter a governabilidade nos governos petistas e imprescindível para o financiamento dos planos de poder do partido.

Além de seu vasto conhecimento sobre a Petrobras, Delcídio foi líder da bancada do PT no Senado no governo do ex­-presidente e, depois, líder do governo de Dilma Rousseff no ano de 2015.
Ele afirmou que Lula tinha contato direto com alguns diretores da Petrobras, sem intermediários, tal como afirmou o ex­-diretor Renato Duque, em suas tratativas para um acordo de delação premiada que promete ser devastador para Lula. O ex-diretor da Petrobras afirma ter provas de tudo que vai incluir em sua delação, inclusive os encontros com lula e os repasses ao PT.

Os depoimentos prestados por Delcídio do Amaral foram colhidos pelos procuradores apenas com o propósito de corroborar as informações antecipadas por Renato Duque, que teve cerca de R$ 80 milhões em recursos bloqueados em suas contas, além de outros U$ 12 milhões que abandonou em contas na Suíça.

O PT lançou neste ano um número quase 50% menor de candidatos à prefeito que em 2012. Dentre os candidatos, apenas 3% do total tem alguma chance de se eleger em outubro. Vários membros do partido aguardam apenas a confirmação do fracasso do partido nas urnas para pedir a desfiliação e migrar para outras legendas. A prisão de Lula pode precipitar uma debandada ainda maior e ele sabe disso. Durante encontro do partido nesta sexta-feira, 02, Lula admitiu que até os partidos amigos estão felizes com a derrocada sua e de seu partido: "até os amigos estão contentes com enfraquecimento do PT para herdar o exército de militantes", admitiu o petista.

O destino de Lula está entrelaçado ao destino do PT desde a fundação do partido.

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget