\imprensa Viva
.

Lula afirma que em 2018, o Brasil aceita votar em um criminoso que criou universidades



O ex-presidente Lula participou nesta quarta-feira (21) de um comício de campanha da candidata à Prefeitura de Fortaleza pelo PT, Luizianne Lins e falou novamente que sofre "perseguição" de setores da Justiça e da "grande mídia" que tentam evitar sua eventual candidatura nas eleições de 2018.

Durante seu discurso, Lula tentou realçar seus feitos do período em que foi presidente, numa clara tentativa de minimizar o fato de ter se tornado réu pela segunda vez na Lava Jato, acusados dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Logo em seguida, Lula insinuou que os brasileiros estariam dispostos a votar nele, apesar de ser apontado como autor de diversos crimes ao longo dos últimos treze anos. O petista tentou insinuar que seus feitos como presidente pesam mais que seus supostos crimes na hora de voto:

"Depois de ser presidente por dois mandatos eu queria ficar no meu canto, descansando, mas se for preciso, eu estarei de volta em 2018, porque sei que o Brasil aceita o presidente que mais criou universidades, eu sei que o Ceará aceita quem trouxe água com a transposição do São Francisco", disse Lula em Fortaleza.

Lula fala como uma noiva que foi descoberta pelo pretendente se prostituindo na madrugada.

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget