\imprensa Viva
.

Diziam que Dirceu foi preso injustamente até aparecerem os podres. Com Lula não será diferente


Preso pela primeira vez após o julgamento do mensalão, o ex-ministro do governo Lula José Dirceu chegou a ser considerado um mártir pelos petistas, que ostentavam bandeiras com os dizeres "Dirceu guerreiro do povo brasileiro". 

Dirceu foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na ação penal 470 em 2012 e preso no ano seguinte. Durante muito tempo, alegou inocência. Onze meses e 20 dias após ser preso, o petista foi liberado para cumprir em prisão domiciliar. Os petistas comemoraram e ainda defendiam a inocência do ex-ministro de Lula. Porém...

Dirceu voltou a ser preso no dia 03/08/2015, durante a 17ª fase da Operação Lava Jato, que investiga um esquema criminoso de fraude, corrupção e lavagem de dinheiro na Petrobras. Em 18 de maio de 2016, Dirceu foi condenado a 23 anos e três meses de prisão por crimes como corrupção passiva, recebimento de vantagem indevida e lavagem de dinheiro no esquema de corrupção descoberto na Petrobras pela Operação Lava Jato. Desde então, nenhum petista ousa mais chamá-lo "guerreiro do povo brasileiro". Pelo menos publicamente.

Com Lula não será diferente. O petista será preso e vai ter um monte de gente como o jornalista Ricardo Boechat reclamando, alegando a inconsistência das evidências, apesar do volume escandaloso de provas acumulado pelos investigadores da Lava Jato. Vai ter gente chorando, protestando e prometendo incendiar o Brasil. Lula poderá inclusive ser solto alguns meses depois, mas não ficará livre por muito tempo. Será como Dirceu. Quando sair da prisão, será por motivo de idade avançada, daqui uns dez ou quinze anos.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget