\imprensa Viva
.

Dilma e PT permitiam fraude em 721 mil benefícios em troca de votos. R$ 23 bilhões só em 2015


Os métodos usados pelo PT para garantir votos vão muito além de técnicas vulgares como o aparelhamento do Estado e o uso de dinheiro roubado em suas campanhas. A conivência com a negligência, incompetência e falhas do funcionalismo público é apenas uma das formas clássicas usadas por regimes corruptos para garantir a fidelidade destes grupos.

A orientação do partido é a de tolerar faltas, liberar benefícios e prêmios irregulares na folha de pagamento e blindar o servidor contra queixas encaminhadas pelos usuários do serviço público. Forma-se uma espécie de clã, no qual todos compartilham a ideia de que "é tudo nosso e está tudo dominado".

Além destes métodos, os regimes corruptos permitem a prática de toda sorte de fraudes. O TCU já encontrou mais de 1 milhão de beneficiários do Bolsa Família que recebiam os recursos de forma fraudulenta. Deste total, mais de 600 mil fraudadores eram funcionários públicos.

No programa Minha Casa Minha Vida, foram detectadas fraudes que podem alcançar 30% dos gastos com o programa. A maior parte dos recursos desviados era destinada ao PCdoB, partido da base aliada do extinto governo Dilma.

Esta semana, o governo Temer descobriu que mais de 80% dos benefícios de auxílio-doença previdenciário e auxílio-doença acidentário concedidos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em maio de 2015, nas áreas rural e urbana do país, apresentam indícios de pagamento indevido.

O levantamento foi feito pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) e constatou que, de 1,6 milhão de pessoas beneficiadas, 721 mil tinham o benefício mantido por mais de dois anos. Além disso, cerca de 500 mil benefícios não passaram por revisão há mais dois anos ou foram concedidos sem perícia. O pagamento do auxílio-doença, que tem valor médio de R$ 1.193,73 por pessoa, chegou ao total de R$ 23 bilhões no ano passado.

Não é preciso muito esforço para deduzir que estes fraudadores eram bastante gratos aos governos do PT e temiam que a eventual queda de Dilma poderia lhes causar algum tipo de 'constrangimento'. 
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget