linkaki

Confiante na impunidade, Lula fez da mulher sua cúmplice e expôs a própria família ao ridículo perante a nação


Não há qualquer dúvida de que o ex-presidente Lula comprometeu vários amigos em seus esquemas de corrupção envolvendo os desvios na Petrobras. Assim como não há dúvidas de que estes amigos, sobretudo os que se encontram presos em Curitiba, se permitiram nortear pela ganância e se deixaram seduzir pelo dinheiro fácil do esquema criminoso. Também acreditavam que estavam protegidos pro alguém de "costas quentes". Afinal, o chefe do esquema criminoso era o presidente da República.

Lula envolveu dezenas de companheiros, empresários e funcionários da Petrobras em sua organização criminosa. Mas ao envolver a própria família em seus atos ilícitos, Lula extrapolou os limites do mal caratismo e comprovou que a confiança na impunidade, aliada à sua ganância, era maior que seu bom senso. Até o momento, o petista tem dois de seus filhos relacionados à investigações sobre esquemas de corrupção que não teriam como existir, não fosse a anuência e conivência do pai. 

Ao envolver sua esposa Marisa Letícia no esquema de lavagem de dinheiro, Lula demonstra que não possui honra ou respeito sequer pela mãe de seus filhos. É claro a baixa formação moral dos membros da família permitiu que a situação chegasse aonde chegou. Será que valeu a pena?

Para vergonha de Lula, o próprio juiz Sérgio Moro se confessou embaraçado ao ter que acolher a denúncia contra a ex-primeira dama do país. No despacho de sua decisão, Moro lamentou pelo envolvimento doloso de dona Marisa, que agora responde por três lavagens de dinheiro.

Moro admitiu que foi uma decisão difícil e afirmou que “Lamenta o juízo em especial a imputação realizada contra Marisa Letícia Lula da Silva, esposa do ex-presidente. Muito embora haja dúvidas relevantes quanto ao seu envolvimento doloso, especificamente se sabia que os benefícios decorriam de acertos de propina no esquema criminoso da Petrobras, a sua participação específica nos fatos e a sua contribuição para a aparente ocultação do real proprietário do apartamento é suficiente por ora para justificar o recebimento da denúncia também contra ela e sem prejuízo de melhor reflexão no decorrer do processo”, observou o juiz federal.

Assim como Lula e os demais citados na denúncia, Marisa se tornou ré no inquérito, acusada de participação em três operações de lavagem de dinheiro. A ex-primeira dama chegou a ser intimada a prestar depoimento, mas se recusou a comparecer no local e data determinados. Poucos meses depois, Marisa faleceu, vítima de um AVC.

Lula culpou o juiz Sérgio Moro e a Lava Jato pela morte da esposa. Meses mais tarde, quando foi interrogado pelo juiz Sérgio Moro sobre o caso do triplex, Lula tentou colocar a culpa na mulher morta. 

Informe seu Email para receber notícias :