\imprensa Viva
.

Após comprar Medidas Provisórias em governos do PT, montadoras vão atrás de Temer com pires na mão



Os representantes da indústria automobilística estão reaprendendo como deve ser a relação de setores da indústria com o Estado. Após treze anos de governos do PT, quando chegaram a produzir Medidas Provisórias sob medida para o setor, os lobistas das montadores foram à Brasília com um pires na mão. O grupo, formado por 19 entidades representativas quer que o governo federal faça uma renovação da frota de veículos.

O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, reuniu-se hoje (21) com representantes da indústria e dos trabalhadores do setor automotivo para debater a proposta do Programa de Sustentabilidade Veicular, que prevê a renovação da frota e o incentivo à cadeia de reciclagem de autopeças.

A proposta de renovação da frota veicular, que está parada há mais de três anos devido a crise econômica provocada justamente pelos mais de R$ 500 bilhões em isenções promovidas por Dilma, tem como objetivo tirar setor automotivo do sufoco. O grupo alega que a renovação da frota poderá contribuir para a retomada do crescimento do país. O problema é que, à exemplo dos incentivos que receberam e não ofereceram nada em troca, podem prometer novas contratações para o setor, mas depois do dinheiro no bolso, tudo fica só na conversa.

Segundo Antônio Carlos Megale, presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), a proposta entregue a Marcos Pereira, além de incentivar a renovação da frota, fomentará a reciclagem de autopeças, a redução da emissão de gases poluentes produzida por veículos antigos e contribuirá para a segurança no trânsito.

_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget