\imprensa Viva
.

26 petistas presos no domingo por associação criminosa podem pegar de 3 a 8 anos de prisão


A Polícia Militar de São paulo prendeu  26 petistas em flagrante antes de começar protesto contra o presidente Michel Temer na tarde deste domingo em São Paulo acusadas de associação criminosa. Os suspeitos foram presos por volta das 16hs nas proximidades do Centro Cultural Vergueiro, próximo à Av. Paulista, onde ocorreria a manifestação. Parte do grupo foi detida perto de estação de metrô na região de Pinheiros, zona oeste.

Os detidos prestam depoimento no fórum da Barra Funda nesta segunda (05), onde aguardam a decisão do juiz, que irá determinar se há justificativas legais para manter a detenção dos jovens. Todos serão acusados de "associação criminosa", que prevê de 3 a 8 anos de prisão e multa. Os maiores de idade também serão acusados de corrupção de menor. Foram emitidos dois boletins de ocorrência, que separam os dez adolescentes menores de idade dos demais detidos.

Os suspeitos foram presos em flagrante por agentes da Polícia Militar por suspeita de participação em atos de vandalismo. Com os suspeitos, foram encontrados objetos como estilingue, pedras, vinagre, máscara de respiração contra gás lacrimogêneo, tesoura, fita adesiva, um pequeno extintor, caneleiras, cartazes contra Michel Temer e livro sobre o socialismo.

Na noite do mesmo domingo, 04, um grupo de simpatizantes do PT praticaram um atentado contra uma vizinha do presidente Michel Temer, em São Paulo. Os criminosos atiraram uma bomba contra a residência da moradora, que teve o carro completamente incendiado. Os criminosos fugiram em um carro preto, com placas adulteradas. A Polícia investiga o caso e já solicitou imagens das câmeras de segurança de vizinhos.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget