linkaki

Petistas choram com derrota de Dilma e vitória da Democracia


O choro é livre. O ex-ministro José Eduardo Cardozo, advogado da presidente afastada Dilma Rousseff no processo de impeachment, fez uso de seu direito democrático de chorar pela derrota da petista no Senado e chorou ao lado da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), a senadora Fátima Bezerra, (PT-RN) e do senador Lindbergh Farias (PT-RJ) ao deixar a tribuna da Casa.

Ao conceder entrevista a jornalistas depois de fazer a defesa de Dilma, Cardozo criticou a advogada de acusação, Janaína Paschoal, por citar os netos de Dilma ao falar no plenário.

“Foi um choro sincero e não preparado. Eu acho inadmissível alguém pedir a condenação e dizer que o faz pelos netos dessa pessoa”, tentou justificar Cardozo abraçado a senadores petistas.

Obviamente, Dilma não está sendo afastada por qualquer relação com seus netos. Ela terá seu mandato cassado pela prática de crime de responsabilidade e por ter deixado o país quebrado, com mais de 12 milhões de chefes de família desempregados.  Este sim, tiveram muitos motivos para chorar nos últimos anos.

Informe seu Email para receber notícias :