\imprensa Viva
.

Marina Silva mostra sua verdadeira face e assume seu lado golpista



A candidata derrotada nas últimas eleições, Marina Silva, decidiu sair de cima do muro, justo agora que a solução para os problemas do país começa a se desenhar na Câmara dos Deputados com o andamento do impeachment de Dilma. O problema é que no lugar de tentar contribuir para um desfecho rápido, a eterna linha auxiliar do PT entra em cena com sua nova roupa velha para bagunçar ainda mais a situação.[right-post]

Marina anunciou que seu partido, a Rede Sustentabilidade, vai lançar nesta terça-feira, 5 de abril, uma campanha que atenda mais seus interesses de dar continuidade ao Plano de poder idealizado pelo PT, partido a que pertenceu por mais de 24 anos.

A rede vai lançar a sugestiva campanha "Nem Dilma Nem Temer, Nova Eleição é a Solução" em um ato que acontece no Hotel Nacional, em Brasília (DF), às 12h.

Oportunista de plantão, Marina se manteve distante da crise política do Brasil enquanto foi possível. Chegou a defender a continuidade de Dilma no poder, mas agora que a situação da presidente se tornou insustentável, resolveu sair da toca.

Marina agora tenta usurpar um anseio da população decepcionada com toda a classe política e tenta se colocar como a alternativa "santa". O fato é que todos os brasileiros sabem que Marina fez parte do núcleo duro do PT no auge do mensalão e do petrolao. Marina foi braço direito de Lula e Dilma e também se beneficiou do assalto à Petrobras, através das verbas de campanha do partido.

Agora que a casa está prestes a cair para o PT, Marina tenta se posicionar como a salvadora da pátria, pregando que a solução para a atual e grave crise política do país não está nem na presidente Dilma Rousseff, nem no seu vice Michel Temer, acusando-os de serem os únicos responsáveis pela atual situação do Brasil.

Assim como Ciro Gomes e outros urubus de plantão, Marina não tem escrúpulos. O fato de pregar uma solução alternativa à que já se encontra em andamento revela seu claro propósito de tumultuar o processo.

Marina é uma pessoa tão confiável que não consegue apoio nem do povo do Acre, sua terra natal. Nas últimas eleições, O Sr. Zé Gomes, de 90 anos, confirmou que conheceu bem sua conterrânea desde a infância. Zé Gomes trabalhou no Seringal Bagaço, nome do local onde nasceu Maria Osmarina Marina Silva Vaz de Lima, em 8 de fevereiro de 1958, em um lugarejo chamado Breu Velho. Por razões que o resto dos brasileiros desconhece, o aposentado não votou em Marina.

Caberia à Marina, ou a qualquer outro politico realmente preocupado com a situação do país, pressionar e somar esforços visando uma solução imediata. Apenas após a remoção de Dilma e do PT do poder, poderia se discutir novos caminhos para o país. Neste cenário, caberia ao próprio Michel Temer propor novas eleições, desde que este seja, então, o anseio do povo brasileiro.
_____________
__________

Postar um comentário

Todas as notícias

Siga no Facebook

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget